7 Dicas Financeiras para Pequenas Empresas

7 Dicas Financeiras para Pequenas Empresas

Ter uma boa educação financeira não é fácil, ainda mais diante do cenário econômico atual. Os números do mercado causam preocupação em relação à inadimplência e fechamento de negócios.

Em junho de 2018, o Serasa Experian divulgou um recorde de mais de 63 milhões de brasileiros inadimplentes.

Do outro lado, segundo um levantamento do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o Brasil registrou por três anos seguidos saldo negativo de empresas formais.

Isso quer dizer que mais empresas foram fechadas que abertas no país. De acordo com a pesquisa publicada em outubro do ano passado, em 2016 deram entrada no mercado 648.474 empresas, enquanto 719.551 registraram saída. Esse é o número mais baixo de entrada de empresas no mercado desde o início da série histórica do levantamento, iniciado em 2008.

Por isso, é essencial buscar formas de garantir a saúde financeira do negócio e seu crescimento sustentável.

Pensando nisso, criamos um post com 7 dicas financeiras para te ajudar a garantir o seu crescimento com segurança. Leia até o final para conferir!

1. Incentive pagamentos à vista

Com tantas pessoas inadimplentes no país, crie práticas que incentivem o pagamento à vista de seus produtos e serviços. Assim, você diminui os riscos.

Ofereça pequenas vantagens, como descontos, fretes grátis ou bônus em compras futuras.

Substitua o pagamento como boleto, carnê e cheque pela opção do cartão de débito.

2. Não dependa apenas de um fornecedor

Procure sempre novos fornecedores. Em época de crise, seu fornecedor pode decidir aumentar os preços ou mesmo parar de fornecer para a sua empresa.

Garantir em contrato condições de pagamento e regras para alterações de valores, também pode ser uma solução mais segura.

3. Invista em novos canais de captação

Cultive práticas que aumentem o fluxo de entrada do caixa. Dessa forma, terá maior estabilidade e segurança para lidar com os custos do negócio e investir em sua gestão.

Busque alternativas viáveis para conquistar mais clientes, usando as redes sociais e internet, por exemplo.

Amplie também o mix de produtos e serviços oferecidos pela sua empresa. No caso de estabelecimentos, insira serviços adicionais que melhorem a experiência do seu cliente. Ofereça Wi-Fi gratuito, máquina de recarga de celulares, ambiente para descanso e um café.

Se o seu segmento é prestação de serviços de convênios odontológicos, por exemplo, faça uma rede de vantagens com parceiros que possam enriquecer as suas ofertas para seus clientes.

Dê descontos, faça sorteios e outros tipos de promoção para clientes compartilhados com esses parceiros.

Essa estratégia, tanto no meio off line quanto no meio online, pode contribuir para atração de novos clientes que virão interessados pelas vantagens oferecidas pelos seus parceiros e vice-versa. Pense nisso.

Outra dica, é usar as informações sobre os clientes da empresa para identificar o que é interessante para esse público, o que ajuda a tomar decisões mais assertivas no negócio.

4. Crie um plano de fidelização de clientes

Crie e aplique uma estratégia de fidelização de clientes, incentivando a recompra dos produtos e aumento do ticket médio gasto por eles.

Práticas como envio de e-mail marketing com novos produtos, promoções e condições especiais são comuns dentro dessa estratégia.

O contato telefônico ou por Whatsapp também é interessante, se esses são canais usados pela empresa.

5. Sempre realize análise de crédito

Essa prática ajuda a empresa a evitar golpes, inadimplência e crises que reduzem seu crescimento.

Não tenha medo de perder clientes por fazer sempre a análise de crédito. Clientes bons são clientes que pagam.  

6. Delegue tarefas

A maioria dos diretores de pequenas empresas tem receio de descentralizar sua gestão. Mas você já pensou o quanto você pode estar perdendo com essa postura?

Acredite, a soma das capacidades dos profissionais de sua equipe podem contribuir e muito para o crescimento do seu negócio.

Invista em treinamento e capacitação. Distribua responsabilidades. Conquiste comprometimento.

Você verá que terá vários braços te ajudando diariamente para fazer as coisas acontecerem na sua empresa.

7. Escolha um sistema de gerenciamento de projetos

Com o auxílio de uma ferramenta eficaz para controlar seus processos e tarefas, você terá mais tempo e disponibilidade para enxergar novas oportunidades de crescimento para sua empresa.

Além de prevenir perdas e desperdícios, poderá valorizar também o tempo e o talento dos seus recursos humanos.

O Proj4me, por exemplo, é um sistema que trabalha com metodologias ágeis, com entregas em ciclos curtos.

Com ele, você acompanha em tempo real todos os seus projetos, dedicando apenas alguns minutos do seu dia para essa análise. Para experimentar gratuitamente, clique aqui.

Percebeu que com essas 7 dicas simples fica muito mais fácil garantir a saúde financeira da sua empresa?

Pequenas mudanças trazem grandes resultados.

Gostou das dicas? Então assine agora mesmo nossa newsletter para receber mais conteúdos como este em primeira mão e ficar sempre por dentro das novidades!