Saiba o que é Gestão por Competência e como aplicar em sua empresa

Saiba o que é Gestão por Competência e como aplicar em sua empresa

Em uma empresa, cada setor precisa se organizar para cumprir com as suas demandas e obter os resultados esperados. Dentre as diversas responsabilidades dos profissionais de recursos humanos, a Gestão por Competência é uma delas.

Você sabe o que se trata? Ao mapear as habilidades dos colaboradores, as organizações acabam tendo mais clareza e assertividade na hora de delegar tarefas e organizar com mais estratégia os objetivos da empresa. Afinal, com o mercado cada vez mais competitivo, sai na frente e se destaca quem consegue usufruir melhor das tecnologias disponíveis aliando sempre com as ferramentas de gestão.

A Gestão por Competência tem se mostrado cada vez mais presente entre os profissionais de recursos humanos, que reconhecem o quanto este modelo é fundamental para o sucesso dos projetos.

Quer saber mais o que é Gestão por Competência? Confira esse post exclusivo que preparamos!

O que é Gestão por Competência?

O termo Gestão por Competência é muito utilizado nos setores de recursos humanos para compreender melhor as habilidades, comportamentos e conhecimentos dos colaboradores.

Desta forma, a partir desse mapeamento, o setor de RH pode alinhar com mais estratégia cada indivíduo de acordo com os seus pontos fortes e conhecimentos específicos, com os objetivos da empresa.

Trata-se de uma metodologia estudada na área de Gestão de Recursos Humanos que visa realizar, previamente, uma análise de cada indivíduo para que as suas habilidades e conhecimentos sejam aproveitados da melhor forma possível.

Desta forma, não apenas o trabalho em equipe, mas também a gestão de processos dentro da empresa fica mais fluida. O resultado é um aumento na produtividade, onde cada equipe se concentra em suas áreas de conhecimento.

Cada profissional tem um perfil específico, geralmente apresentado através de sua área de atuação. Por exemplo, o colaborador pode ter feito uma graduação em Comunicação Social – Jornalismo e uma Pós-Graduação em Marketing Digital.

O departamento de recursos humanos vai analisar esse perfil e verificar, em entrevistas, os pontos fortes e habilidades específicas deste profissional, que pode contribuir, por exemplo, no departamento de comunicação da empresa, mas também está apto a gerenciar projetos na área de redação, produção de conteúdo, redes sociais e campanhas de marketing.

Como você pode observar, a Gestão por Competência se concentra para compreender o colaborador em sua totalidade, aproveitado toda a sua performance dentro da empresa.

Como deve ser feita a Gestão por Competência?

O setor ou profissional responsável de recursos humanos deve, primeiramente, mapear toda a organização da empresa para que ele tenha uma visão maior das competências que cada departamento deve suprir.

Ou seja, ele deve traçar tudo o que a empresa desenvolve: projetos, produtos, serviços, áreas de atuação… Assim, ele terá em mãos um mapa abrangendo as competências essenciais que a empresa desenvolve para continuar crescendo dentro do mercado.

Dentro de cada setor, cada colaborador pode desenvolver tarefas específicas e de acordo com a sua área de conhecimento, porém, é importante ter em mente que todo o grupo trabalha com o mesmo objetivo.

É possível aproveitar as habilidades de cada um, quando ocorre se faz uma Gestão por Competência, porém, sempre respeitando a produtividade de forma geral. Tendo isso em mente, o próximo passo é colocar o plano em ação.

Avalie cada caso de forma individualizada

Para fazer uma Gestão por Competência eficaz, é fundamental avaliar cada colaborador de forma individualizada. Não apenas verificar suas qualificações, mas também a sua capacidade comportamental e emocional enquanto profissional.

Se prepare para aplicar a metodologia de Gestão por Competência durante a entrevista, inclusive, essa é a forma mais indicada para que a empresa aproveite as entrevistas e dinâmicas de grupo para avaliar as habilidades e conhecimentos de cada participante.

Por outro lado, vale também fazer a Gestão por Competência mesmo com colaboradores já contratados para quem sabe o setor de recursos humanos conseguir readequar funções e mudar o sistema organizacional da empresa.

Durante a entrevista, procure não se concentrar apenas no currículo e no desempenho apresentado por cada candidato. Faça perguntas específicas que possam mostrar com mais clareza as capacidades comportamentais e relacionais de cada trabalhador, e vá fazendo anotações à parte.

É claro que a competência e os projetos bem realizados apresentados no currículo é ótimo para o trabalho em equipe, produtividade e a gestão das tarefas de forma geral, mas é preciso buscar pistas que mostram uma visão mais ampla de cada colaborador. Cada detalhe observado pode colocar o departamento de recursos humanos diante do profissional perfeito e que irá colaborar com estratégia para o crescimento da empresa.

Leia também: 4 vantagens da Gestão Participativa para sua empresa

Tipos de competência

Para que possamos compreender melhor o conceito por trás da metodologia da Gestão por Competência, é importante detalharmos um pouco sobre os tipos de competência e até mesmo o significado da palavra nos permite um aprofundamento melhor.

A palavra competência é utilizada para designar os conhecimentos de um indivíduo. Se refere também a capacidade que cada um tem de fazer algo com mais desenvoltura, ou seja, se relaciona ainda com as habilidades, conhecimentos e expertise.

Vamos elucidar melhor através da seguinte situação: vamos supor que você tenha uma vaga em aberto em sua empresa para o cargo de líder em gestão de projetos. Você pode realizar a sua busca por pessoas graduadas em administração, por exemplo.

Mas, se entre os candidatos, o recursos humanos se depara com um profissional que fez voluntariado em uma ONG na Espanha? Entre as atividades desempenhadas, ele planejava novos projetos, criava realizava pesquisas de campo e gerava relatórios dos resultados obtidos.

Sem dúvida, ao fazer Gestão por Competência, você irá identificar oportunidades específicas para este colaborador, que poderá contribuir com mais experiência e engajamento ao cumprir uma função de líder.
Entenda as 3 etapas essenciais para encontrar bons perfis, se baseando pelos três tipos principais de competências:

  • Competências organizacionais
  • Competências técnicas
  • Competências comportamentais

Para isso, você vai precisar:

  1. Fazer um levantamento das demandas essenciais da empresa (como mencionamos anteriormente neste artigo);
  2. Identificar nos colaboradores as suas principais habilidades e áreas de conhecimentos específicos;
  3. Fazer os ajustes necessários entre colaboradores já contratados e novos talentos (estar aberto a mudanças).

Características de cada tipo de competência

Competências organizacionais

Se referem ao modelo utilizado de gestão, aquilo que faz a empresa se destacar das concorrentes, por exemplo. Qual é o perfil de liderança, quais são as ideias inovadoras, como é a relação da empresa com o uso de software de gestão e demais aparatos tecnológicos? Tudo isso deve ser observado, pois será fundamental na hora de recrutar os perfis profissionais que mais agregarão valor ao negócio.

Competências técnicas

Quando uma empresa se dedica a criar produtos, por exemplo, vai precisar de profissionais com habilidades mais específicas, geralmente adquiridas em treinamentos ou especialização.
Neste caso, para uma boa Gestão por Competência, o RH deverá avaliar os conhecimentos específicos, possíveis prêmios em áreas de inovação, idioma, formação academia, entre outros.

Competências comportamentais

As competências comportamentais geralmente não costumam ser muito bem analisadas, principalmente por empresas com modelos antigos de negócio. Porém, cada vez mais o comportamento humano tem sido tema central de debates nos mais diversos setores.

Isso porque é fundamental ter uma visão holística de um indivíduo, não apenas a sua formação técnica, mas também a sua capacidade criativa, empatia e o modo como ele se relaciona com as pessoas.

Por isso, deve-se avaliar nas competências comportamentais a resiliência do colaborador, como ele lida em trabalhos em equipe, se tem boa capacidade de liderança, como é a sua criatividade, entre outros.

O departamento de recursos humanos deve estar muito atento a esses perfis na hora de aplicar a metodologia de Gestão por Competência, pois é através desse trabalho mais aprofundado que a empresa poderá alinhar objetivos sempre respeitando o perfil profissional de cada uma das pessoas.

Elabore lista de competências

Uma dica importante na hora de fazer a Gestão por Competência é, depois que fazer o mapeamento da empresa, a fim de encontrar as habilidades desejáveis em cada setor, o ideal é compartilhar com os colaboradores já contratados.

Muitas empresas, infelizmente, por não cuidarem da Gestão por Competência, acabam não conhecendo muito bem os talentos já presentes dentro da empresa. Desta forma, o RH não consegue aproveitar as habilidades que muitas vezes são desperdiçadas em atividades que nada tem a ver com o perfil do colaborador.

Isso geraria não apenas maior produtividade para a empresa, como seria uma forma de dar uma nova oportunidade para que o trabalhador sinta-se mais acolhido e com suas demandas também atendidas.

Mais motivação e aumento da produtividade

Como podemos observar, fazer uma boa Gestão por Competência é uma forma muito positiva de gerar maior motivação na equipe, aproveitar talentos desperdiçados e gerar novas oportunidades.

Tudo isso faz com que a produtividade aumente e, em consequência disso, as empresas melhoram os seus resultados ao colocar cada colaborador dentro do centro. Afinal, não existe empresas sem pessoas.

Para tornar a gestão de competência, assim como as demais atividades da empresa, muito mais ágeis e fáceis, use a tecnologia como aliada. Adote um software de gestão e acompanhe melhor o andamento de cada projeto, as metas designadas por departamento, tudo isso com muito mais segurança e credibilidade.

Confira agora mesmo como o Proj4me pode ser a solução que você precisava para gerenciar seus projetos!